SEVENTEEN CANDLES WOW \O/

3 de jun de 2010 |

Hoje eu to com vontade de escrever, mas de escrever merda. Então se preparem Q.
Mas hum, eu acho que vou contar algumas coisas que eu já fiz nesses meus 17 anos BEM vividos.
Vou começar contando quando eu tinha 12 anos.
Mudei pra uma escola chamada 'Harmonia' aos meus 11 anos e então fiz amigas, estudávamos de tarde e ninguém me notava #FAIL. 
Aos 12 eu fiz amizade com outras meninas, as meninas populares do colégio, e adivinhem? Eu era conhecida na escola. Aprendi a falar mal das pessoas na frente delas, aprendi palavras novas, aprendi um novo modo de me vestir, aprendi um novo jeito de me comportar e sempre me achava a ultima bolacha do pacote. Gostava de um garoto, seu nome era Jefferson, loiro de olhos verdes e a boca carnuda mais linda que eu já tinha visto. Ficamos amigos e eu comecei a gostar dele, dizia que o amava como se estivesse dizendo: 'EAAAAAAAAAAAAAAAI MANOLO'. A gente ficou por um longo tempo, mas sempre acabava e voltava. Resultado? Minha amiga começou a gostar dele. Nesse meio tempo eu conheci a Camila, que até ano passado era minha BFF, e aí nós ficamos bem amigas e eu resolvi que dividiria o Jefferson com ela. ESTRANHO, HUN? Mas enfim, aí eu parei de falar com a outra que gostava dele, Natalia, nós brigamos várias vezes e enfim ela veio me pedir desculpas e eu aceitei. 
Eu nao era mais popular no colégio e não ligava nem um pouco. 
Eu sofria todos os dias pelo Jefferson e gostei dele durante TRÊS ANOS. Triste gostar e 'não ser correspondida'. Ele me confundia litrus, já que às vezes ele parecia me querer e às vezes me queria BEM LONGE. Acho que com o tanto que eu chorei por ele dava pra ter feito um oceano.
Meus 12 anos foi critico. Eu não era bonita, não era pegável, mas tinha um corpo legal, E SABE O PIOR? Eu tinha bigode. BI-GO-DE. Nojento, eu sei. DAÍ, EU RESOLVI FAZER MECHAS LOIRAS! Puft, cara de traveco mil. Brimks, eu até que fiquei gatinha. Todo mundo amou meu cabelo e eu me sentia A gostosona, mas vi que não era assim. 
Eu era louca pra arranjar briga, mas era muito cagona e paga pau. Então, nada de brigas dona Bianca.
Fim.
Daí eu fiz 13 anos e fiquei MUITO amiga da Camila. A gente fazia tudo juntas, tudo MESMO. Mas ah eu vou pular essa parte da minha vida porque é muito sem graça. 
Vamos direto aos meus 15 anos.
Quinze anos, idade linda, ou não. Mudei de escola e fui pra escola do Estado, já que eu sempre estudei em escola particular. Amigos novas, realidade nova e a mesma BFF. Ali eu conheci o cigarro e tive o meu primeiro porre. Que foi um micasso, por sinal. Preciso contar isso pra vocês.
Festa de 15 anos da minha amiga, muuuuuuita batida e cerveja liberada. Jefferson? Nem lembrava mais. O esquema era PH (Phellipe). Eu dancei, me joguei na pista, e depois bebia batida uma atrás da outra. E no que deu? Bianca bebada. O PH me servia cerveja e eu bebia. O amigo dele queria me pegar e eu queria o PH. Chorei por causa do moleque e ainda pedi um selinho. Depois no fim de tudo eu tava muito doidona e no carro da minha amiga fiquei falando muita merda. Cheguei em casa e minha mae quase me bateu, brimks!!!!!!!!!.
Enfim, conheci um garoto, GUILHERME, bonitinho até... A gente começou a ficar e quando ele resolveu nos assumir eu disse que nao queria mais. Conheci outro Guilherme, meu melhor amigo até o fim do ano de 2008, me apaixonei por ele e ele por mim. Matava aula direto e ia pra casa da minha BFF, Camila, junto com ele e com a outra BFF, Natasha. A gente ficava de bobeira e um dia ele quis transar comigo, mas eu fiquei com medo e nao quis. O QUE O CRETINO FEZ? Transou com a Camila. Eu fiquei puta e brava, sai da casa dela e fiquei sem falar com ela por uns dias. Ok, Natasha tinha arrumado um namorado e vivia falando dele. Ele terminou com ela e no começo do ano passado, veio me xavecando. E O QUE EU FIZ? Namorei com ele por dois meses. O cara chamava Rodrigo e era DJ. ÉCA, ME ARREPENDO AMARGAMENTE.
Ok, 16 anos. 
Dezesseis anos, segundo colegial e amigos novos. Ainda namorando o Deejay Rodrigo conheci o Giancarlo, meu atual BFF, e comecei a gostar dele. Puft, o negocio nao ia nem pra frente nem pra trás. Conheci o Rodrigo gatinho do 1º ano e fiquei afim dele. MUITO AFIM DELE. Todos os dias eu pensava que aquele garoto deveria ser meu. Fiquei seis meses investindo no Giancarlo e nao deu em nada, foi entao que eu resolvi partir pro Rodrigo. Me declarei, chorei, sofri e então ele veio falar pra mim que gostava de mim. RESULTADO? MEU NAMORADO HÁ QUASE 10 MESES. OOOOOOOOOOWN *-*
Ok, minha história com ele é longa e já é outra coisa all right?
Me desculpem por isso, eu bebi umas latas de cerveja e nao estou em mim D:
AMO VOCEEEEEEEEEEEEEEEES!!!!!!11!111!1


Bia.


PS: TALVEZ EU APAGUE ISSO G.G

0 comentários: